spot_img
spot_img

Vereadores questionam prefeitura sobre descaso na limpeza da cidade

Mais notícias

Fotos: Aline Pereira / Texto: Marco Aurélio Tarlá

Os parlamentares realizaram, na tarde desta quinta-feira, 21 de novembro, sessão extraordinária. A requerimento do vereador Waldyr Villela (PSD), foi ouvido o Coordenador de Limpeza Urbana do Município, Joselito Campos da Silva, em que prestou esclarecimentos sobre o descaso com a limpeza pública na cidade.

Segundo o requerimento de Waldyr, há meses os espaços públicos estão com galhos de árvores podados pela prefeitura, sem serem devidamente recolhidos, o que gera a proliferação de insetos e danos ocasionados por incêndios. O documento salienta também que tais resíduos obstruem a locomoção de veículos e pedestres, colocando em risco a integridade física das pessoas.

“Nós esperamos uma solução da maneira mais breve possível por parte da Coordenadoria. São demandas que recebemos da população e não podemos nos omitir”, disse Villela.

Joselito afirmou que a Coordenadoria encontra dificuldades quanto à modalidade de licitação Pregão para contratação de empresa de coleta no município, o que tem atrasado o serviço.

“Tivemos problemas para contratações por causa da documentação dessas empresas, e isso tem ocasionado prejuízo de tempo ao erário público”, explicou justificando que há processo licitatório em andamento e empresa selecionada.

Sobre o contrato de processamento de resíduos verdes, segundo ele também haverá licitação, porém o serviço está sendo executado normalmente.

Marcos Papa cobrou ações quanto à coleta de lixo reciclável em Ribeirão; questionou quais são os bairros determinados pelo contrato com a empresa Estre, horários de trabalho e porque o Poder Executivo ainda não adota plataforma digital que disponibiliza o itinerário de coleta para fiscalização por parte da população.

O Coordenador disse que no site da Administração há cronograma dispondo bairros, datas e horários das coletas de reciclados e lixos domiciliares. Assumiu a Coordenadoria há alguns dias e, por isso está realizando levantamentos para melhorias no setor, que tem aumentado seus índices quanto à coleta de reciclados que passou de 33 toneladas para 75 por mês. Em relação a pagamentos da prefeitura para a Empresa Estre, explicou que é estipulado em torno de R$ 500 reais por tonelada de resíduos, que são entregues à “Cooperativa Mãos dadas” para separação dos rejeitos.

O presidente Lincoln Fernandes (PDT) e os vereadores Luciano Mega (PDT), Adauto Marmita (PL), Gláucia Berenice (PSDB), Rodrigo Simões (PDT), Renato Zucoloto (Progressistas), Elizeu Rocha (Progressistas) e Mauricio Vila Abranches (PTB) também fizeram considerações. A íntegra da sessão extraordinária está disponível no canal do Youtube da TV Câmara Ribeirão Preto. 

Ribeirão Preto
céu pouco nublado
26 ° C
26 °
26 °
73 %
2.6kmh
20 %
sáb
35 °
dom
37 °
seg
38 °
ter
35 °
qua
32 °

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img

Últimas notícias