spot_img
spot_img

▒THATHI NEWS▒ Após calote do Pró-Urbano, prefeitura manda novo projeto à Câmara para destinar R$ 4,8 mi à Transerp

Mais notícias

Projeto deu entrada na Câmara nesta terça-feira (9); na justificativa, administração admite falta de repasse das empresas permissionárias

 Eduardo Schiavoni 

Câmara de Ribeirão Preto – Foto: Murilo Badessa.

Depois de atrasar o pagamento do salário dos servidores da Transerp, a Prefeitura de Ribeirão Preto enviou novamente ao Legislativo um projeto de lei que prevê o repasse de R$ 4,8 milhões à empresa. O projeto deve ser votado na próxima quinta-feira.

Segundo a prefeitura, o repasse é necessário para compensar a verba que não está sendo paga pelo consórcio Pró-Urbano, responsável pela operação do transporte coletivo na cidade. “A taxa de gerenciamento do transporte público está sub-judice e não está sendo paga pelas concessionárias”, admite a prefeitura, na justificativa do projeto.

O projeto prevê o pagamento de três parcelas consecutivas de R$ 1,6 milhão à Transerp. O valor será utilizado para pagamento das despesas da empresa, inclusive salários dos servidores.

Aprovação

Por conta da rejeição do projeto, os funcionários da Transerp receberam apenas 40% dos salários neste mês. Na ocasião, a empresa informou que dificuldades financeiras por conta do não repasse das empresas foram alegadas para justificar o atraso.

A nova proposta é praticamente idêntica à anterior, rejeitada pelo Legislativo em 3 de junho, com 13 votos a favor e 13 contra a proposta. Na ocasião, Bertinho Scandiuzzi (PSDB) não votou, o que, teoricamente, torna possível a aprovação da proposta.

Ribeirão Preto
céu pouco nublado
26 ° C
26 °
26 °
73 %
2.6kmh
20 %
sáb
35 °
dom
37 °
seg
38 °
ter
35 °
qua
32 °

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img

Últimas notícias